quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Meu amigo oceânico


Conversando com o Arthur ele revela:


-- Sabe... eu queria morar naquela parte escura do mar. Lá no fundo. Bem fundo! Aquela parte onde só tem peixe cego.
-- Os reinos abissais ou algo parecido?
-- É! Eu queria ter uma casa toda de vidro, toda iluminada. Em tudo preto e lá no fundo um ponto luminoso. Seria a minha casa! Já pensou? Eu veria os peixes passarem do lado de fora!
-- Ah, tá. É como se você tivesse um grande aquário do lado de fora. Porém os peixes não iriam te ver. São cegos.
-- Não. Eu é quem estaria no aquário! Pensa bem, quando um peixe está num aquário é porque ele está isolado em um ambiente que não é o dele. Então eu também estaria num aquário se morasse dentro de um vidro no fundo do mar e... Epa!
-- Que foi?
-- E se uma baleia batesse na minha casa?
-- E tem baleias nas zonas abissais?
-- Sei lá! Mas se ela batesse na minha casa? Ia quebrar! A água ia entrar e eu ia morrer!
-- Verdade! E agora?
-- Hum... eu ia morar numa casa de vidro, iluminada, no fundo do mar, com cerca elétrica.

6 comentários:

Gabriely disse...

=O seria o máximo não?
uhauahuahuahuahauhauhuahauha

Brescia Magalhães. disse...

ouuu... podia adestrar uma baleia de guarda só pra ele...
tinha um cara que morava dentro duma baleia por vontade propria, lembra??
talvez eles ficassem amigos, sei lá...

ran...
interessante!!

Juliana disse...

Você podia ter um tubarão de guarda!!!

Fê disse...

rs..adorei!
ou..o vidro poderia ser blindado..

Marcelo Perez disse...

Ei, preguiçosa, vamos publicar mais! Agora que tá cantando, vê se não esquece das letras...

beijocas, adorei o show! Você tava ótima!

Pricilatupinamba disse...

Kkk quanta lesera lembrei do dia que meu hamster me respondeu, uma mais maluca q a outra